Norte da Tailândia além do óbvio | Chiang Mai e Chiang Rai

Passeios e hotéis em Chiang Mai e Chiang Rai

Conhecido como “O Reino de Milhões de Campos de Arrox”, o Reino de Lanna (Lanna Kingdon), ocupou o norte da Tailândia , assim como parte de Myanmar, China e Laos, do século XIII ao século XVIII.  Construiu seu estilo próprio de arquitetura e arte, que pode ser apreciado nos lindos templos, na decoração e nas tradições artesanais.

Em junho, retornei a Tailandia pela terceira vez e, mais uma vez, tive o prazer de visitar o norte do país: Chiang Mai e o Triângulo Dourado – a tríplice fronteira entre Tailândia, Myanmar e Laos – onde fica a cidade de Chiang Rai.

Desta vez, a ideia foi sair do roteiro tradicional e incluir atividades menos turísticas. Preparei este post com as dicas do que fazer em Chiang Mai e Chiang Rai, que reservam boas surpresas culturais, naturais e gastronômicas.

CHIANG MAI

Esqueça o caos de Bangkok (que particularmente adoro!!!), Chiang Mai, no Norte da Tailândia, tem aquela atmosfera interiorana e super zen, mesmo sendo a segunda maior cidade do país.

Chiang Mai foi fundada em 1296 para ser a capital do Reino de Lanna e se transformou em um importante centro cultural e religioso. Lanna foi um reino independente que ocupou a maior parte do norte do país, além de partes de Myanmar, Laos e China. Chiang Mai foi capital do reino de Lanna por 472 anos.

A cidade ganhou uma muralha para protegê-la das invasões birmanesas, e parte dos muros ainda estão de pé. Esta área da cidade é chamada de old city.

Com mais de 300 templos budistas, Chiang Mai é considerada a capital espiritual da Tailândia.

  • O que fazer em Chiang Mai

#MAIIAM – Museu de Arte Contemporanea

Aberto em julho de 2016, o Museu de Arte Contemporânea de Chiang Mai, o MAIIAM, é uma homenagem à rica cultura do norte do país e aos seus artesãos e artistas contemporâneos. A familia Bunnag-Beurdeley queria tornar pública a sua coleção privada de arte contemporênea tailandesa construída ao longo dos últimos 30 anos, e decidiu fundar o MAIIAM para que as pessoas pudessem ver e sentir como a arte pode enriquecer suas vidas, e, quem sabe, inspirar novos colecionadores.

O MAIIAM está localizado numa area de 3000m2 no distrito de Sankampang, conhecido pela inúmeras lojas e de artesanatos. O andar térreo hospeda as coleções temporárias que mudam a cada 4/6 meses, enquanto no andar superior fica a coleção da familia, que inclui os artitas Montien Boonma, Kamin Lertchaiprasert, Chatchai Puipia e Araya Rasdjarmrearnsook, entre outros.

#Workshop de Indigo tie-dye

Tie-dye que significa amarrar e tingir, é uma antiga técnica de tingimento artesanal de tecidos muito utilizada nos países asiáticos e africanos. Quem quiser conhecer um pouco mais sobre a técnica, pode se aventurar em um dos workshops disponíveis na cidade.

Fomos conhecer o Studio Naenna –fundado em 1986 por Patricia Cheesman – uma especialista em antiguidades e professora na Universidade de Chiang Mai. Patricia faz um trabalho com as tecelãs da região para aprimorar e agregar valor aos produtos fabricados por elas, e ao mesmo tempo que melhora suas condições de vida.

Durante o workshop, Patricia explicou sobre as variedades de plantas que podem ser usadas para produzir corantes vegetais, em especial o indigo obtido da fermentação das folhas das alineiras (e que usamos no workshop); e também falou dos diferentes tipos de amarrações do tecido com o barbante, que vai determiner o formato do tingimento.

#Almsgiving

No Budismo, participar da cerimônia de almsgiving, na qual as pessoas oferecem comida aos monges, não é visto como uma caridade ou esmola, e sim como uma forma de respeito à uma pessoa espiritualmente desenvolvida, uma forma de se conectar com os monges. Geralmente, entre as 5h30 e 8h, os monges deixam o templo e caminham descalços ao longo da rua para receberem os alimentos da comunidade.

Por volta das 6h da manhã saímos do hotel e fomos para uma rua aos pés da montanha Doi Suthep. O nosso guia levou arroz embrulhado para entregarmos aos monges, que a sua esposa preparou especialmente para a ocasião. Após oferecer os alimentos nas tigelas que os monges carregam, devemos nos ajoelhar enquanto eles dão uma benção antes de irem embora.

Um dos mais básicos dos ensinamentos budistas é que se você fizer coisas boas, as coisas boas serão devolvidas a você.

#Wat Doi Suthep

Depois do almsgiving subimos para o Wat Doi Suthep – um dos principais templos da cidade que fica no topo de uma montanha. Uma escadaria de 300 degraus e cercada por duas serpentes de mosaico leva ao templo.Segundo o budismo, a Naga (serpent) teria protegido Buda e assim ela está presente na entrada de muitos templos.

O  Wat Doi Suthep começou a ser contruído em 1383 quando a estupa dourada que fica na area central foi erguida.Ao longo dos anos, ganhou outras edificios Várias imagens de Buda estão epalhadas pelo templo.

O templo fica a 15km do centro da cidade e, se o dia estiver limpo, terá uma linda vista de Chiang Mai.

A Cidade tem mais dois templos que também vale a pena conhecer

#Oasis Spa

Uma viagem à Tailândia não será completa se não experimentarmos a tradicional massagem tailandesa – a Thai Massage – uma técnica milenar usada para tratar diferentes condições de saúde, além de trazer inúmeros benefícios para o corpo e mente.  A massagem combina pressão, alongamento e movimentos vigorosos e você faz de roupa (não utiliza-se óleos) e o terapeuta utiliza partes do corpo, como joelho, pés e cotovelos.

A Thai Massage é apenas uma das deliciosas terapias que você pode receber. Há também Aromatherapy Massage, Foot Massage e Thai Herbal Hot Compress, que são maravilhosas!!!

O Oasis Spa – uma rede de day-spa presente em várias cidades no país. Em Chiang Mai são quatro unidades, e nós fomos na que fica ao lado do Wat Prasing (Templo Trasing) dentro da Cidade Velha.

Como o próprio nome sugere, o spa é um “oasis” de bem estar em Chiang Mai. Ao entrar no spa fomos recepcionadas com um chá para já entrarmos no clima, e depois fomos direcionadas para as salas de tratamentos – que ficam espalhadas em um jardim.

Escolhi uma das Signature Massage, a King of Oasis – duas horas de terapia com uma mistura de técnicas. Começou com a Thai Herbal Hot Compress (aquelas compressas quentes de ervas) para relaxer os músculos, seguida de Hot Oil Massage (massagem com óleos quentes)

  • Onde ficar em Chiang Mai

#Four Seasons Chiang Mai

O Four Seaosns Chiang Mai parece uma pintura! A luxuosa propriedade com suas construções em estilo Lanna fica em meio a uma plantação de arroz e esbanja charme por todos os lados. As acomodações são dividas entre Pavilions, Villas e Residences, que são ideais para famílias.

Um spa sensacional, duas piscinas, dois restaurantes, aula de culinária, aulas de yoga, quadras de tennis são algumas das facilidades do resort.

O Four Seasons Chaing Mai é um daqueles hotéis que você não tem vontade de sair. Como ele fica a 30 minutos do centro de Chiang Mai ( há serviço de shuttle para a cidade), a minha sugestão é ficarm em um hotel na cidade e depois passar, pelo menos, duas noites no Four Seasons, apenas para curtir o hotel e todas as suas facilidades.

#Anantara Chiang Mai

O Anantara Chiang Mai está localizado na beira do rio Mae Ping e a poucos passos do Night Bazar (é só atravessar a rua) e do “buxixo” da cidade. O seu estilo contemporâneo e decoração clean, com detalhes asiáticos, estão presentes nas areas comuns e nos apartamentos.

O hotel de luxo oferece piscina, spa, dois restaurantes, sendo um deles o The Service 1921, que fica em casa colonial de 1921 onde funcionava o Consulado Britânico, e tem uma ambientação inspirada no serviço secreto de inteligência do governo britânico. Super original e a experiência gastronômica é excelente!

#Ratilanna Riverside

O Ratilanna também está situado no centro da cidade, na beira do rio Mae Ping. Fica a apenas 5 minutos de taxi/tuk-tuk do Night Bazar.As acomodações, com decoração no estilo tailandês, são espaçosas e ficam no edifício que circunda a piscina.

O hotel não é tão luxuoso quanto o Four Seasons e Anantara , mas tem um excelente custo-benefício e perfeito para quem não quer gastar muito.

Eu já me hospedei nos três hotéis acima e acho excelentes opções para se hospedar em Chiang Mai, mas cada um com sua particularidade.

CHIANG RAI

Localizado no extremo Norte da Tailândia, Chiang Rai fica a cerca de 180km de Chaing Mai e é a porta de entrada para o Golden Triangle (Triângulo Dourado)  – região da tríplice fronteira entre a Tailândia, Myamnar e Laos, na confluência dos rios Mekong e Ruak. Sop Ruak é o centro do Triângulo Dourado, onde os três países se unem.

Chiang Rai foi fundada em 1262 pelo Rei Mengrai e se tornou a capital do Reino de Lanna. Somente em 1296, a capital foi transferida para Chiang Mai , que significa cidade nova. A cidade é bem menor que Chiang Mai e ainda conserva uma atmosfera provinciana.

Até pouco tempo atrás, a região do Golden Triangle era um dos principais pólos produtores de ópio do mundo com centenas de campos de papoula – flor de onde se extrai o ópio. Hoje, as plantações de papoula foram totalmente irradicada na Tailândia, e substituída por outras culturas agrícolas.

  • O que fazer em Chiang Rai

#Wat Rong Khun ou White Temple

Conhecido como White Temple (Templo Branco), o Wat Rong Khun é um templo privado, construído pelo artista contemporâneo tailandês, Chalermchai Kositpipat.O templo começou a ser construído em 1997 e ficará totalmente pronto somente em 2070.

O Templo Branco foi decorado com inúmeros pedaços de espelhos, que criam um efeito especial, principalmente quanto reflete a luz do sol. Uma ponte liga a área externa ao templo, e ao atravessá-la vemos mãos e crânios. A ponte retrata o caminho do inferno (início da ponte) ao Nirvana (templo).

Elementos da tradição budista e hindu se misturam com referências à cultura pop ocidental, personagens e super heróis nas pares internas do templo

#Doi Tung Development Project

O projeto Doi Tung foi fundado pela Sua Alteza Real Princesa Srinagarindra – chamada de Princesa Mãe.  Ela é a mãe dos reis Rama VIII e Rama IX e a avó do atual Rei Rama X.

Doi Tung é o nome de uma montanha no Triangulo Dourado, próxima a cidade de Chiang Rai. A área foi desmatada devido a extração ilegal da madeira e do cultivo de ópio. Isto sem falar das diferentes etnias minoritárias que viviam na região em extrema pobreza e sem infra-estrutura básica.

Em 1987, aos 87 anos,  a Pricesa Mãe decidiu reflorestar a área e ajudar as comunidades empobrecidas. Ela incentivou a educação, promoveu a agricultura e o artesanato, além de melhorar o atendimento médico.Os projetos em Doi Tung tinham como objetivo tirar o povo da região da pobreza.

O Doi Tung Development Project foi criado em 1988 para supervisionar e coordenar as iniciativas.  Para consolidar seu compromisso em transformar uma comunidade próspera e auto-sustentável, a Princesa Mãe construiu uma casa – The Doit Tung Royal Villa – um chalé suíco em estilo tailandês

Atualmente, a marca Doi Tung envolve alimentação (restaurante e produção de café), artesanato (incluindo tecidos e acessórios, cerâmicas e olaria), horticultura e turismo Desde 2003, o Projeto de Desenvolvimento Doi Tung foi reconhecido pelas Nações Unidas como um dos melhores exemplos de desenvolvimento alternativo no mundo.

Café Doi Tung – café é um dos principais produtos da Doi Tung. O Café fica em uma área rodeada por jardins e, além de tomar a bebida os visitantes podem  comprar o café (em grãos ou moído) e também macadâmia (nozes, biscoitos).

The Royal Villa –  um chalé suíço de estilo tailandês que foi construído para ser a residência da Princesa Mãe. Devido à sua localização, o clima é muito mais reminiscente da Suíça do que a Tailândia tropical. A princesa mãe adorava cuidar do jardim. A vila é cercada por belas flores, muitas delas plantas de clima temperado e também orquídeas.É possível visitar o interior da vila e você pode obter um tour de áudio que explica o que você está vendo.

Jardim Mae Fah Luang – o jardim é uma homenagem ao amor da Princesa Mãe pelas plantas. Devido a altitude de Doi Tung (1.389 metros), os jardins são de flores de clima temperado para que os tailandeses pudessem desfrutar sem ter que viajar para fora do país.

#Hall of Opium

O Triângulo Dourado ficou mundialmente conhecido por seus campos de papoulas que forneceu a maior parte da heroína do mundo. A Princesa Mãe expressou seu desejo de educar as pessoas sobre o ópio no Triângulo Dourado e em outras partes do mundo, e  mostrar como o vício do ópio se tornou um problema mundial. Por isso, criou o Hall of Opium.

O museu retrata a história do ópio, desde de sua origem, do cultivo da papoula e dos efeitos do ópio até a guerra do ópio e os traficantes de drogas. Os visitantes também aprendem sobre as questões de dependência de drogas e esforços para controlá-las.

#Baan Dam (Black House)

Conhecido também como Black House, Baan Dam foi a casa de Thawan Duchanee, um renomado artista plástico tailandês, que foi transformada em museu após a sua morte.  Na área verde há uma mistura de edifícios tradicionais do norte do país com projetos modernos e inusitados. A casa principal chamada de Baan Si Dum (A Casa Negra).

Dentro das construções estão obras de arte com chifres de búfalos, ossos de animais e peles de tigre e cobra. Achei interessante, mas um tanto sombrio e perturbador a suas criações.

  • Onde ficar em Chiang Rai

#Le Meridien Chiang Rai Resort

O Le Meridien Chiang Rai está situado nas margens rio Kok e a uma curta distância do centro de Chiang Rai. É o principal hotel de luxo da cidade e é uma boa opção para quem quer explorar a região com um excelente custo-benefício.

A propriedade fica em meio a jardins bem cuidados e com uma deliciosa piscina, bar e restaurante italiano à beira do rio. Os quartos são espaçosos e têm uma decoração contemporânea.

#Four Seasons Tented Camp

O Four Seaons Tented Camp fica exatamente no Triângulo Dourado, próximo a cidade de Sop Ruak. A grande atração do Four Seasons é a interação com os elefantes e é ideal para casais que querem uma experiência exclusiva e luxuosa. O resort tem uma atmosfera romântica com apenas 15 luxuosas tendas.

elefante no golden triangle

No valor da diária estão incluídos: o mahout training (treinamento para aprender as técnicas dos cuidadores dos elefantes, os mahouts), todas as refeições, tratamento no spa, passeio para conhecer mercados e templos em Chiang Saen.

Leia aqui a review: Experiências memoráveis no Four Seasons Tented Camp

#Anantara Golden Triangle Elephant Camp

O Anantara Golden Triangle fica bem ao lado do Four Seasons Tented Camp e tem também como principal atração a interação com os elefantes. Entretanto, o resort é maior (61 acomodações) e mais voltado para famílias.

No valor da diária também estão incluídos as refeições, o mahout training e alguns passeios. O resort também conta com spa, fitness center, piscina, bicicletas para alugar e thai boxing.

Fotos: Alessandra Leite e Divulgação

Perfil

por Alessandra Leite

Editora do hotelnewstraveller.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também: