A alma de millennial de Ian Schrager

Entrevista exclusiva com Ian Schrager para a Black Magazine

Apaixonado pelo estilo de vida moderno, Ian Schrager é um baby boomer, mas com alma de millennial. Não é à toa que ele está sempre na vanguarda, redefinindo conceitos da hospitalidade. Tudo começou em 1977, quando ele e seu sócio, Steve Rubell, criaram a lendária boate Studio 54, em Nova York.

Na década seguinte, decidiu investir na hotelaria e introduziu o conceito de hotel boutique inaugurando o Morgans Hotels Group – proprietário de marcas como Delano (Miami) e Mondrian (Los Angeles).

Mas quem disse que, com a venda do grupo, em 2005, Schrager iria se aposentar? Que nada! O norte-americano abriu uma empresa de desenvolvimento e administração de hotéis, residências e propriedades de uso misto. Também se uniu à Marriott International e lançou a marca EDITION Hotels.

A sua mais recente investida, o PUBLIC Hotel, em Nova York, traz uma nova proposta para a hotelaria: oferecer luxo acessível, sem serviços como recepção e room service, e atrair a comunidade local.

Visionário, inquieto e lançador de tendências na hotelaria, Ian Schrager prova que é possível democratizar o luxo, de olho na Geração Y, com o seu mais novo projeto, o PUBLIC Hotel

Confira a seguir a entrevista com Schrager:

Por que decidiu investir no setor hoteleiro quando lançou o Morgans Hotel Group, em 1984?

O Morgans mudou tudo. Ele transformou a mesmice em defeito e a distintividade em virtude. Evocou a noção de que um hotel era mais do que simplesmente um local para dormir. Nenhum hotel estava se manifestando em torno da cultura pop na época. Os hotéis que meus pais gostavam não tinham nada a ver comigo. A transição das casas noturnas para a hotelaria pareceu natural, já que as duas áreas dividiam o mesmo objetivo: proporcionar às pessoas ótimos momentos por meio de uma experiência.

O conceito dos hotéis butiques influenciou na criação da marca PUBLIC?

A introdução dos hotéis butiques mudou o setor para sempre. Agora existem muitos hotéis butiques espalhados pelo mundo. Hoje em dia, o conceito evoluiu. As pessoas sempre quiseram algo estiloso, empolgante e divertido. Agora querem um bom atendimento e valor acessível, que é o que podemos oferecer no PUBLIC.

Poderia explicar a ideia por trás do conceito “luxo para todos”?

Incialmente, o luxo estava restrito apenas aos mais ricos. Agora todos entendem o conceito do luxo, não importa de onde vêm ou mesmo quanto dinheiro têm. Eu acho que o luxo está permeando todos os níveis da indústria hoteleira. Simplesmente não está mais reservado aos hotéis cinco estrelas. Para sobreviver, todo hotel vai precisar proporcionar uma experiência de “luxo”.

Qual o perfil dos clientes do PUBLIC? Como a marca responde às demandas atuais de turistas?

Nossos clientes não se encaixam em um único perfil. Eles estão antenados e apreciam novas experiências. Os turistas hoje em dia não dão mais importância aos mensageiros do hotel, quando eles possuem malascom rodinhas. Eles não querem um serviço de quarto que demore 30min para um café. Querem tudo imediatamente acessível.

Você reinventou os espaços públicos, os processos e serviços na hotelaria. Poderia nos contar maissobre esses novos conceitos?

A ideia de transferir a festa do quarto do hotel para o lobby foi fundamental. Essa foi uma proposta essencial e uma manifestação de tempo e espaço. Abrir as áreas públicas para as pessoas trabalharem, divertirem-se, estabelecerem contatos e fazerem coisas coletivamente mudou tudo.

E a gastronomia e a vida social no PUBLIC?

Estamos trabalhando com Jean Georges Vongerichten e me orgulho muito disso. Não temos somente umrestaurante com uma aparência incrível, mas oferecemos uma verdadeira experiência gourmet. A comida é fresca, original e o menu é global. Quanto à vida social, o PUBLIC Arts é nosso espaço artístico, que oferece aos visitantes música ao vivo, festas noturnas com DJs, shows cômicos etc.

Fale sobre a sua parceria com o Marriott para criar o EDITION. Houve alguma reinvenção do conceito de hotel boutique para essa marca?

Tem sido um longo caminho e tivemos um ano atarefado. Acabamos de inaugurar um empreendimento em Bodrum, na Turquia, e temos outras inaugurações planejadas para Barcelona, Xangai, Nova York (Times Square) e Abu Dhabi. Todos os hotéis EDITION são únicos, originais e inéditos. A Marriott nos deu uma grande liberdade para selecionarmos os chefs, designers e conceitos.

Algumas pessoas dizem que não podemos mais classificar os millennials pela idade. Os millennials estão relacionados ao comportamento e ao estilo de vida. Você concorda?

Totalmente! Essa mudança tem sido grande e temos aproveitado e aprendido muito sobre a nova demografia. As pessoas parecem iguais, mas, no fundo, elas buscam informações – onde o café que elas consomem é feito, se os hotéis são sustentáveis, e assim por diante.

Vinte anos após o lançamento de um longa sobre o Studio 54, temos um documentário sobre a casa noturna. Que achou dele? O Studio 54 influenciou seus conceitos de hotelaria?

Foi uma oportunidade real para eu falar sobre o Studio pela primeira vez. Adoro o que os produtores fizeram. Claro, o Studio sempre foi uma influência, mas a ideia inicial ainda está aí: as pessoas querem algo visual e divertido. A única diferença era que, no Studio, as pessoas tinham uma liberdade sem precedentes, algo que não podem ter hoje em dia. Mas os elementos ainda estão aí: algo divertido, ousado, subversivo. O que valia antes vale agora também.

Tive o prazer de entrevistar Ian Schrager (embora tenha sido por e-mail) para a última edição da Black Magazine – revista customizada para os clientes Mastercard que possuem o cartão Black.

Fotos: Divulgação

Perfil

por Alessandra Leite

Editora do hotelnewstraveller.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:
What's on

Stay Plastic Free | Diga não aos plásticos descartáveis

Vice-presidente de Brand Experience na EDITION lança a campanha Stay Plastic Free

What's on

Small beautiful hotels | Pequenos hotéis charmosos

Small is beautiful é o tema do nosso novo perfil no Instagram