explora Atacama

Exploração profunda do deserto mais árido do planeta com o explora Atacama

Explorar lugares remotos da América do Sul oferecendo o luxo do essencial para que os viajantes descubram o entorno de forma autêntica e sustentável. Foi com esta filosofia que o grupo explora inaugurou seu segundo empreendimento há 20 anos no Atacama.

Pioneiro na região, o explora trouxe uma nova forma de desbravar as riquezas naturais e culturais do deserto com conforto, gastronomia diferenciada e um time impecável de colaboradores. Este novo conceito de viagem resultou também uma série de práticas ambientais e trabalhos com a população local, que são um dos grandes diferencias do grupo.

Infraestrutura

A poucos minutos de caminhada do povoado de San Pedro de Atacama, o hotel está situado no Ayllu de Larache, um terreno de 17 hectares que já foi ocupado por uma antiga comunidade atacamenha e algumas das construções originais foram conservadas. Seu projeto arquitetônico valoriza a paisagem ao redor e a vista para o grande protagonista da região – o vulcão Licancabur.

O edifício principal, onde ficam o lobby, loja, salas de estar e reunião, bar e restaurante -, foi totalmente reconstruído devido a um incêndio que destruiu as áreas comuns em 2016. O mesmo estilo de decoração foi mantido com a utilização de madeira em tom claro nos revestimentos, nas mesas e cadeiras, além de sofás confortáveis, lareiras, livros e mapas da região. No piso superior, um terraço com vista panorâmica é um dos espaços especiais do explora.

Um dos pontos altos do explora é a gastronomia que utiliza produtos locais e frescos. No buffet do café da manhã há uma grande variedade de frutas, pães, cereais e pratos quentes. Já o almoço e jantar são servidos a la carte, com cardápio enxuto (três opções de entrada, prato principal e sobremesa), que muda a cada refeição, e sugestões de vinhos para harmonizar com os pratos.

Além do ambiente interno do restaurante, há um agradável varanda perfeita para almoçar enquanto apreciamos a vista do vulcão Licancabur.

As 50 acomodações foram concebidas para que os hóspedes descansem profundamente após um dia inteiro de atividades, ou seja, nada de televisão e wi-fi.  Apesar da rusticidade, elas são muito aconchegantes e silenciosas e priorizam itens essenciais para uma estadia memorável, como cama (uma das melhores que já dormimos) e chuveiro excelentes.

O hotel conta com quatro piscinas, duas jacuzzis ao ar livre, sauna seca e a vapor, e pequeno spa que fica em uma casa de abobe conhecida como Turi Puri, que significa Casa de Água, na língua Kunza.

O enorme terreno do empreendimento também abriga o quincho – uma construção original onde é feito um churrasco com apresentações típicas em algumas noites da semana – e um observatório com um telescópio potente exclusivo para os hóspedes fazerem o Tour Astronômico e observarem o céu mais claro da Terra.

Explorações

A pé, de bicicleta, a cavalo, ou mesmo de van, são mais de 40 atividades ciceroneadas por guias que conhecem muito bem o deserto. Aliás, eles são a alma do explora e conduzem os viajantes com segurança e conhecimento pelas trilhas e caminhos da região. As explorações têm duração de um dia inteiro ou meio período e, geralmente, são realizadas em pequenos grupos de até oito pessoas.

A estadia começa com um bate-papo com um guia que passará informações importantes sobre o entorno, os animais, a vegetação e quais passeios devem ser priorizados devido a diferença de altitude. O ideal é começar pelos passeios que estão a 2.500 metros e deixar para os últimos dias aqueles que ultrapassam os 4.000 metros, respeitando assim, a aclimatação.

Em meio a um menu extenso de excursões fica até difícil escolher qual fazer, mas há algumas que são imprescindíveis para conhecer a diversidade de paisagens do Atacama, como Vale da Lua e da Morte, Salar do Atacama, Lagoas Altiplânicas, Gêisers del Tatio e Termas de Puritama. Aliás, como o explora tem a concessão da área das Termas, uma das oito piscinas é reservada somente para os hóspedes do hotel.

Para mais informações sobre os passeios, leia também: Passeios no Atacama | O que fazer no deserto mais árido do mundo

Entre as explorações oferecidas, destaques para as cavalgadas realizadas com seus próprios cavalos. A paixão pelos animais fez com que os proprietários desenvolvessem uma raça resistente aos lugares onde estão inseridos (Patagônia e Atacama) e que se reproduzem somente entre eles. O explora é o único hotel da região que possui um estábulo.

Eu escolhi o Dunas de la Chula  – passeio de 2h que vai até as dunas que fazem parte da Cordilheira do Sal.

No explora está tudo incluído no valor das diárias – das explorações e transfers do/para o aeroporto até as três refeições, incluindo as bebidas alcóolicas, drinques no bar e lanches nos passeios. Ou seja, o hóspede não precisa se preocupar com nada, apenas aproveitar ao máximo o que o destino e o hotel têm a oferecer.

Grupo explora

O grupo explora foi um dos precursores em oferecer experiências de viagens transformadoras de alto padrão quando eles inauguraram na Patagonia Chilena,em 1993, seu primeiro empreendimento. As explorações proporcionam conexões com culturas e pessoas, e aumentam o entendimento em relação a sua própria vida.

Atualmente, o explora está presente em quatro destinos, sendo três no Chile e um no Peru, e, em 2020, desembarcará na Argentina. Também opera três travessias com o mesmo conceito de exploração profunda, muito conforto e todos os serviços incluídos.

Leia também a minha experiência no explora Valle Salgado

Hotel Highlight

O highlight do explora são as explorações, sem dúvida!!! Mas não posso deixar de mencionar a cama maravilhosa :)

Onde fica o explora Atacama

Fotos: Alessandra Leite

Perfil

por Alessandra Leite

Editora do hotelnewstraveller.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:
Check-in

O exclusivo Bulgari Bali

O resort de luxo une o o estilo balinês com o design contemporâneo italiano

Check-in

Carmelo Resort & Spa | The Unbound Collection by Hyatt

O resort uruguaio fica na região vinícola de Colônia