Passeios no Atacama | O que fazer no deserto mais árido do mundo

Dicas de passeios imperdíveis no deserto do Atacama

Localizado no norte do Chile, o Atacama é o deserto mais seco e alto do mundo. A maior parte de sua extensa área está a 2400m acima do nível do mar, inclusive o povoado de San Pedro do Atacama, mas alguns passeios podem chegar a 4200m de altitude.

O deserto mais árido do mundo tem uma natureza singular e é repleto de paisagens inspiradora – de vulcões, salares e gêiseres a lagos, termas naturais e formações rochosas.

Viajei para o Atacama, em maio,  para passar cinco noites e dividi a estadia em dois hotéis: o Explora (leia o post aqui) e o Tierra (leia o post aqui). Ambos empreendimentos oferecem uma experiência completa (full experience) no deserto, que incluem as três refeições com bebidas, incluindo as alcoólicas, os passeios com guia em pequenos grupos e os lanches durante as excursões.

Na minha primeira vez no deserto (e pretendo voltar) optei por passeios em que pudesse ter uma experiência distinta da região. Apesar de ter ficado somente cinco noites, achei que foi tempo suficiente para conhecer as principais atrações do Atacama. Mas, fui embora com gostinho de quero mais.

Ao escolher as excursões, devemos levar em conta a aclimatação para que o nosso corpo se acostume com a altitude. Desta forma, é aconselhável começar com as atividades que estejam a 2400 metros de altitude, e depois fazer os passeios com mais de 4000m.

Passeios imperdíveis no Atacama:

  • Termas de Puritama – 3.500m

As piscinas termais de Puritama têm águas a 32°C, provenientes de mais de 400 metros de profundidade. Ao total são oito piscinas, mas como o explora tem a concessão da área, a maior delas fica reservada aos hóspedes que podem relaxar com total privacidade. O espaço ainda briga um vestiário e uma mesa, onde é servido o lanche.

Aqueles que querem se exercitar a apreciar as paisagens do Vale de Guatin, podem optar pelo trekking para chegar nas Termas de Puritama. O esforço na trilha de seis quilômetros (aproximadamente duas horas de caminhada), entre pedras e muita vegetação em terreno irregular, é recompensada quando chegamos nas piscinas termais. Entretanto, aqueles que quiserem mais conforto podem ir de van até as termas. Fizemos este passeio pela manhã.

*Passeio de meio dia realizado com o explora

  • Salar de Atacama – 2.300m

Um imenso deserto de sal de aproximadamente 3.000km2 de extensão onde algumas áreas fazem parte da Reserva Nacional dos Flamingos.  Nesta reserva fica a Laguna de Chaxa – local em que os flamingos se concentram. Há trilhas para caminhar e observar as crostas de sal e as aves nos lagos.

Fizemos este passeio no fim do dia para assistir ao pôr do sol. No caminho, paramos no povoado de Toconao e de lá seguimos para o Salar de Atacama. O Salar fica a apenas 40 minutos de San Pedro.

*Passeio de meio dia realizado com o explora.

  • Geysers el Tatio – 4.350m

A força da natureza em estado bruto. Assim são os gêiseres – um fenômeno que acontece devido ao encontro das águas frias dos rios subterrâneos com o magma dos vulcões. Os jatos de água quente e vapor saem de pequenas fendas da terra com uma violência incrível, que podem atingir até 10 metros de altura e 80ºC.

Como é no amanhecer que os gêiseres entram em atividade, a van deixa o hotel bem cedo para chegar lá por volta das 7h30. São duas horas de estrada até os Gêiseres el Tatio.

No local também há uma piscina aquecida para quem quiser nadar.

*Passeio de meio dia realizado com o explora. 

  • Vale da Lua e Vale da Morte – 2.500m

O Vale da Lua possui formações rochosas impressionantes esculpidas ao longo do tempo pela ação das chuvas e dos ventos, que lembram a paisagem lunar.

Como o seu solo tem grande quantidade de cristais de sal, logo após o período de chuvas, a superfície fica inteira branca. E estava assim (tudo branquinho) quando visitei.

Fizemos este passeio no fim do dia e aproveitamos para assistir mais um incrível pôr do sol no Vale da Morte, que fica bem próximo ao Vale da Lua. Ambos os vales estão em meio à Cordilheira de Sal e próximos a cidade, a apenas 15 minutos de van.

*Passeio de meio dia realizado com o Explora.

  • Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas – 4.200m

As lagoas Altiplânicas (Miscanti e Meñique) e as Piedras Rojas estão situadas no altiplano, no alto das montanhas, numa altitude de 4.200m. As águas das lagoas são provenientes do degelo dos vulcões de mesmo nome, e em suas margens predomina uma vegetação rasteira amarelada.

As Piedras Rojas são pedras de origem vulcânica, que também estão nas margens de uma lagoa, e receberam este nome devido a sua coloração avermelhada.

Certamente, uma  das paisagens mais surpreendentes do Atacama. No dia do nosso passeio, o tempo estava nublado e ventava muito, o que atrapalhou um pouco os planos, já que a ideia inicial era almoçar às margens de uma das lagoas e apreciar o visual. Se com nuvens e ventos, a paisagem já é maravilhosa, posso imaginar num dia de céu limpo e sol.

As lagoas Altiplânicas e as Pedras Rojas ficam a quase duas horas de carro de San Pedro e no caminho passamos pelo Trópico de Capricórnio.

*Passeio de dia inteiro realizado com o Tierra.

  • San Pedro do Atacama

San Pedro do Atacama tem pouco mais de cinco mil habitantes e preserva suas ruas de terras e casinhas rústicas de adobe (tijolo de barro).

O vilarejo é o ponto de partida para quem quer explorar a região. A rua principal, Calle Caracoles, é repleta de restaurantes, bares, loja  e agências de turismo que oferecem os passeios pelo deserto.

LEIA TAMBÉM: Tierra Atacama | Aventura com conforto

Onde ficam as atrações do deserto

Fotos: Alessandra Leite

Perfil

por Alessandra Leite

Editora do hotelnewstraveller.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também: