Quem são os novos viajantes de luxo?

Pesquisa aponta o futuro da hospitalidade de luxo

Em parceria com a The Future Laboratory, consultoria que produz relatórios de tendências, estratégica de marca e inovação, a Marriott International elaborou uma pesquisa para entender o que os novos viajantes de luxo desejam.

Esta pesquisa foi apresentada durante o principal evento de turismo de luxo do mundo, a ILTM Cannes 2019, realizada em dezembro passado, no Palais des Festivals et des Congrès, em Cannes (França).

Quer saber mais sobre a ILTM Cannes? Leia: ILTM Cannes | Principal evento de turismo de luxo do mundo

Panorama do mercado de luxo

  • Previsão que a riqueza global aumente quase 26% nos próximos cinco anos, atingindo quase 400 trilhões de dólares até 2023.
  • O número de milionários triplicou desde 2000 e o número de indivíduos com patrimônio líquido muito alto (Ultra High Net Worth Individuals)  aumentaram quatro vezes,
  • Os afluentes representam menos de 1% da população mundial, mas ainda assim possuem mais da metade da riqueza global
  • O mercado global de luxo cresceu 5% em 2018, aproximadamente 1,4 trilhão de dólares, sem sinais de desaceleração

À medida que o mercado de luxo cresce, há uma mudança de valores pessoais desses consumidores em direção a experiências que priorizam felicidade e bem-estar ao invés de bens de luxo.

O conceito de viagem transformadora – motivada por uma mudança de perspectiva, auto-reflexão e desenvolvimento pessoal – está norteando o futuro do turismo de luxo e deu origem a uma nova geração de viajantes: mais progressista, proativa e que anseia por mudanças positivas, os chamados “Novo Viajante de Luxo com Propósito” (The Purposeful Luxury).  Não surpreende que este novo viajante esteja entre a geração Y (Millennials) e a geração Z.

Um estudo American Express mostrou que 62% da geração Z e Millennials querem fazer uma “diferença positiva no mundo”. E, que os Millennials, valorizam mais as marcas que oferecem propósitos do que status. Este segmento representou 47% dos consumidores de luxo em 2018 e contribuiu para o crescimento do mercado. Este estudo também prevê que até 2025, os gastos da geração Y aumentarão em 130% superando todas as outras gerações. Embora a geração Z ainda não esteja pagando as contas, elas estão fortemente influenciando os gastos da família. A Federação Nacional do Varejo constatou que 97% dos pais dizem que as crianças influenciam as decisões de compra.

Esta pesquisa identificou três aspectos importantes para este Novo Viajante de Luxo com Propósito:

  • Viajar como uma forma de melhorar seu bem-estar físico e mental: Bem-estar 2.0 ( Wellness 2.0)
  • Viajar como um meio para criar um relacionamento emocional: Reinicialização da conexão (Connection Reboot)
  • Viajar como um meio de fazer o bem: Impacto Social da Viagem (Social Impact Travel)

Desacelerar, relaxar a mente e o corpo, e focar no seu bem-estar proporciona uma melhor qualidade de vida.  

A ideia de viajar como terapia, onde os destinos podem ser prescritos de acordo com a sua necessidade. O movimento de design biofílico, que incorpora materiais naturais, luz e vegetação nos espaços internos, confere uma sensação de natureza nos espaços. O consumo de alimentos orgânicos e de produtores locais significa saber o que está colocando em seu corpo. Estas são algumas questões que vão influenciar estes viajantes

O mundo nunca esteve tão conectado. Mas, de certa forma, a tecnologia contribui para o isolamento. Há um movimento para estimular o relacionamento do ser humano off-line.

Atividades sociais que estimulem o bem-estar e a desconexão, ao invés das pessoas ficarem sozinhas para se desconectar. Espaços e temas que conectem as pessoas. As histórias por trás das experiências: uma conexão real com o chef ou com a comida que se consome. A tecnologia para a conexão por meio da personalização.

Qual o impacto das nossas viagens? De que forma pode contribuir positivamente e fazer a diferença nos lugares visitados.

O conceito do slow travel, sem pressa e pelo caminhos menos concorridos. Transparência total, origem dos produtos que se compra, desperdício zero,  não utilização de plásticos de uso único, são temas importantes para este viajantes

Leia também: Novidades das redes hoteleiras de luxo para 2020

Perfil

por Alessandra Leite

Editora do hotelnewstraveller.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:
What's on

Marriott disponibiliza fundos virtuais para videoconferências

Reuniões virtuais em tempos de isolamento social

What's on

Santuários anti-sociais

Consumidores de luxo estão investindo viagens que proporcionam isolamento total